terça-feira, 8 de junho de 2010

" VIDA DE CAMINHONEIRO "

















Esta é uma homenagem à todos os  caminhoneiro  do Brasil, em especial a meu  esposo, Jesiel.
Por dedicação e empenho no seu trabalho como caminhoneiro.
Caminhoneiro tem duas casas,  uma onde fica  sua família e a outra é a boléia  de  um caminhão.
Não tem hora, não tem dia. É um solitário da estrada.
Esta letra  é um  poema escrito por  mim Com  direitos autorais.
    
 "POEMA"
A vida de um  caminhoneiro é uma jornada sem limite.
Um dia esta em  casa tranquilo,no outro corta a estrada à 120
Quando amanhece o dia ele liga o  caminhão
Se despede da família,vai pisar em outro chão
Ao virar a grande curva olha no  retrovisor
Seu filhinho se despede lhe acenando com grande dor.
Papai que Deus lhe proteja por caminhos onde for
Pois espero seu regresso com o coração cheio de amor.
Queria que meus olhos fossem os faróis de seu caminhão.
Pois assim  te  guiaria ,para  não se perder no estradão.

Vai caminhoneiro,vai caminhoneiro
Vai levando a  saudade por este chão brasileiro
Vai caminhoneiro,vai caminhoneiro...
De  dia come poeira e chão e a noite sua companheira é a solidão.

Quando estiver voltando ,não se  distraia por nada
porque sua família vai ficar abandonada.
Para voce vencer na  vida,escolheu esta profissão.
Enfrentando temporais,para deixar mais rico o seu patrão
E se um dia não voltar para o aconchego do seu lar
Sua família vai sofrer por não ter  com quem contar
E seu patrão indiferente,um dia não vai lembrar .
Que um solitário caminhoneiro,fez sua fortuna aumentar.


Vai caminhoneiro,vai  caminhoneiro
Vai levando a saudade por este chão brasileiro.
Vai caminhoneiro, vai  caminhoneiro.
De dia come poeira e chão ,e a noite sua companheira é a solidão.


Com carinho

http://alvaleap.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário